"Interroga a beleza da terra, interroga a beleza do mar, interroga a beleza do ar que se dilata e se difunde, interroga a beleza do céu... interroga todas estas realidades. Todas elas te respondem: olha-nos, somos belas. Sua beleza é um hino de louvor. Essas belezas sujeitas à mudança, quem as fez senão o Belo, não sujeito à mudança?"
Santo Agostinho

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

SABONETES ARTESANAIS x INDUSTRIALIZADOS.




Muitas pessoas pensam que as únicas diferenças entre os sabonetes artesanais e os industrializados estão somente na forma de fazer (um em produção e outro manual) e nos preços.
Mas aos que são amantes de produtos naturais e presam por uma boa qualidade precisa se atentar nos resultados finais de um e outro.

O sabonete artesanal além de bonito, cheiroso e personalizado, tem o poder de tratar e hidratar a pele. Quando elaborado por um artesão sério que utiliza matéria-prima de qualidade, é garantia de uma pele macia, cheirosa, delicada e bem tratada.
Por outro lado, a maioria dos sabonetes comerciais usam vários produtos de origem petroquímica – produtos sintéticos. Por serem fabricados visando a conservação dos produtos nas prateleiras do comércio e oferecer ao consumidor final um produto de maior durabilidade, utilizam produtos químicos e conservantes, inclusive o hidróxido de sódio, conhecido como soda cáustica.

Além disso, visando reduzir custos e aumentar o lucro as indústrias retiram a glicerina que se forma durante o processo de saponificação, que é uma substância emoliente e que faz bem à pele. A essa medida seguiu-se a adição de outros ingredientes- químicos- mais baratos, mas menos benéficos para a pele. Basta ler o rótulo de qualquer sabonete de compra para nos apercebermos disto. Prova disso são as rachaduras muitas vezes existentes nos próprios sabonetes industrializados.
A glicerina retirada na saponificação é vendida para ser utilizada em produtos farmacêuticos e cosméticos mais caros. Assim, o sabonete diário de nossa pele fica mais barato para o bolso dos que procuram apenas preço e muito prejudicial aos que tem a pele mais sensível ou preza por uma boa hidratação e cuidado com a natureza.

Um sabonete artesanal vegetal é o oposto do sabonete industrializado, o seu desenho, o seu peso, a sua forma, textura e como é visto na saboneteira. Há algo especial sobre sabonete feito com as mãos, cada barra de sabonete artesanal é única, ainda que usarmos a mesma receita, os mesmos aditivos, nenhum será igual ao outro em sua textura, sua forma e cores.


Nos sabonetes e cosméticos artesanais além dos óleos que são a base do sabonete, é possível adicionar ervas, argila, mel, cacau em pó, chá, sementes, extratos glicólicos e uma infinidade de elementos que acrescentam uma função específica para cada um. Por exemplo, o extrato glicólico de própolis é bactericida, anti-inflamatório e cicatrizante, o mel é um ótimo emoliente e a argila verde é boa para pele oleosa e tem ação tonificante, adstringente e estimulante.


Poderíamos descrever mais inúmeras razões para contrapor entre um e outro, mas basta fazer o teste lavando seu rosto com um e depois com outro.  Acho que quem já experimentou um sabonete feito à mão com ingredientes naturais entende o que estou falando. Seria incrível se mais gente pudesse ter essa experiência.
Infelizmente tudo o que é natural, saudável e bom costuma sair um pouco mais caro. Por isso as pessoas sempre optam pelo menor preço. Mas se você acha que vale a pena economizar em outras coisas e investir em uma pele renovada, hidratada e mais conservada vale a pena mudar os hábitos e procurar um ”saboeiro” de plantão.


Nós da Todo Teu estamos investindo nessa área. Cada vez nos profissionalizando ainda mais na arte da saboaria. Nosso próximo passo está na produção totalmente artesanal de nossas bases, utilizando técnicas e recursos da saboaria artesanal Europeia e logo teremos a venda a o tradicional ‘Castela Soap’, elaborado com 80% de azeite de oliva.
Tenho certeza que quem conhecer vai amar!

Paz e Bem!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Esfoliação: Ano Novo, pele renovada!





Que tal começarmos o ano além de eliminando nossos maus hábitos e tudo aquilo que não nos fez bem em 2013, fazermos também a renovação de nossa pele?

Cuidar de nosso corpo é fundamental para também cuidarmos de nosso espírito. Deus nos deu um corpo. O próprio filho de Deus se fez carne; e por meio de Maria também ganhou um corpo. Através do corpo e de nossos sentidos fazemos a interface entre o mundo material com o nosso mundo espiritual. Por isso que ouvir uma boa música, degustar uma boa comida e sentir um suave e perfumado odor nos trás sentimentos de felicidade e pertença a quem realmente somos.

O tato é um sentido muito importante para a nossa afetividade e para a cura de nossa busca interior. Com os sensores de nossa pele e nossa mão podemos ter contato como mundo criado por Deus e com todas as suas criaturas.

É claro que em tudo precisamos de um equilíbrio e hoje o mundo nos prega uma desordem em nossos sentidos que nos fazem escravos do prazer sensorial. Mas não precisa ser sempre assim! Nós podemos fazer a diferença e criar uma harmonia entre nosso corpo e nossa alma; através de uma busca do amor, do bem, e de nossos valores fazer acontecer nosso equilíbrio natural, tal qual o Bom Deus nos criou.


Uma das partes mais esquecidas de nosso corpo são nossos pés. Pesquisas indicam que nos pés se encontram inúmeras zonas ligadas ao nosso sistema nervoso, dos quais estimulados podem proporcionar relaxamento e conforto. Muitas vezes os pés que nos carregam de um lado para outro e nos ajuda na jornada de trabalho não recebe o cuidado merecido. Uma simples massagem esfoliante pode ajudá-los a ficar um pouquinho mais hidratados, renovados e relaxados.




A dica da Todo Teu para este início de ano são nossos esfoliantes naturais. Feitos com manteigas especiais e óleos vegetais proporcionam uma esfoliação que renova sua pele e hidrata ao mesmo tempo deixando-a sedosa, macia e muito perfumada. Além de tudo é feito de forma artesanal garantindo suas propriedades naturais e carinho de fazer cada coisa de forma única e especial.


Experimente se cuidar mais. Retire um tempinho para você e renove-se: ouvindo uma boa música e com os pensamentos voltados para coisas do bem faça uma esfoliação em seu corpo ou em apenas seus pés e mãos. Depois disso tome um bom banho pedindo que seja lavado de sua vida tudo o que lhe faz mal. Fará bem para o corpo e para o espírito. E você se sentirá renovada!


Baixo algumas dicas do site http://viverspa.com/artigos/beneficios-esfoliacao-corporal sobre os benefícios corpóreos da esfoliação e sobre os produtos naturais que promovem uma esfoliação adequada.
Mas nunca se esqueça, cuide também de seu espírito e seu corpo corresponderá com generosidade.
Paz e Bem!

O que é?
Uma esfoliação corporal recorre à mistura de uma substância granular com um creme e/ou óleo essencial que é literalmente esfregado em todo o corpo com o intuito de limpar, esfoliar e hidratar a pele. Como a base desta “receita” é um ou mais tipos de sal, a sua aplicação ao corpo, com suaves técnicas de massagem, garante a remoção das células mortas/secas, o que devolve à pele a sua aparência natural, suave e lisa.
Tipos de esfoliação
  • Sal e óleo essencial: o mais básico e popular das esfoliações recorre ao sal granulado (marinho ou mineral) e aos maravilhosos e diversificados óleos essenciais para devolver à pele toda a sua beleza.
  • Açúcar: em substituição do sal, utiliza-se freqüentemente o açúcar devido ao seu aspecto granulado e ao fato de combinar igualmente bem com cremes e óleos essenciais diversos.
  • Lufa: uma esponja de lufa (ou esponja vegetal como também é conhecida), é um aliado poderoso para uma esfoliação intensa que, combinada com cremes e outros ingredientes esfoliantes, é extremamente eficaz na remoção de células mortas.  
  • Plantas: as plantas medicinais (caso da lavanda, aloé vera, alecrim…) são cada vez mais utilizadas na esfoliação corporal devido à sua versatilidade – adaptam-se a vários tipos de pele e têm múltiplos objetivo (relaxar, reenergizar…).
  • Alimentos: os poderes dos alimentos já ganharam lugar cativo em muitos spas, não só pela experiência aromática e sensorial que proporcionam, mas também pelas suas propriedades nutritivas e hidratantes. Porque não inovar e deliciar-se com uma esfoliação à base de chocolate, café, limão, laranja, sementes, farinha de aveia, mel e leite, entre outros.
Quais os principais benefícios?
  • Contribui para o melhoramento da tonalidade natural e uniforme da pele.
  • É eficaz contra a celulite.
  • Melhora a circulação sanguínea.
  • Estimula o sistema metabólico.
  • Aumenta a capacidade e a eficiência do corpo no que toca à eliminação de toxinas.
  • Prepara o corpo para o Verão, nomeadamente para a obtenção de um bronzeado bonito e uniforme.
  • Devolve à pele um aspecto saudável, que ao toque parece acetinado.
  • Tal como uma massagem, também a esfoliação tem características relaxantes e/ou reinvigorantes, dependendo dos ingredientes e técnicas utilizadas.
  • Uma esfoliação corporal é ainda utilizada como preparação para outros tratamentos: no caso de fazer um envolvimento corporal, a esfoliação prévia abre os poros e torna a pele mais receptiva, potenciando assim os efeitos do tratamento seguinte.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Decoração de Natal Sustentável

 


Natal é uma época encantadora! O cheiro, o ar, os corações, tudo se torna mais especial.
Com certeza toda essa graça se dá pelo motivo do qual o Natal é celebrado: o nascimento do Menino Jesus.
Infelizmente nosso mundo capitalista sempre arruma meios de mascarar os significados mais sagrados e destacar um consumismo desenfreado, desordenado e sempre desnecessário. Todo o Belo, no sentido de Kalós - como falamos em posts passados – acaba por sucumbir, pois não celebramos da forma correta o que o Menino Jesus nos ensinou em sua pequena manjedoura em Belém.
Lembrar a pobreza do presépio não significa que não podemos tratar o Natal com solenidade, com muita luz e cores. Sim, podemos e devemos celebrar essa data especial e receber do Aniversariante todas os presentes que Ele faz questão de nos dar: amor, paz, perdão, família...
No Natal celebramos o nascimento de um Rei, por isso das cores vibrantes como o vermelho; também o verde que simboliza a esperança e a vida. Muita luz para mostrar que a Luz veio ao mundo.
Para celebramos melhor poderíamos relembrar aquele sentido antigo de cada coisa; o presépio guardado em uma caixa bonita e todo o ano junto com a arvore e os enfeites de Natal  em uma cerimônia familiar ser montado pelas crianças e seus pais, deixando assim que a verdadeira magia do Natal comece já a preparar os corações.
Hoje tudo é descartável e tudo é trocado facilmente pela tendência da moda. Esquecemo-nos da natureza enquanto produzimos mais lixo, esquecemo-nos da desigualdade social e de tantos que poderiam ter um Natal melhor se soubermos dividir.
Pensando em tudo isso e pensando também naqueles que gostam de preparar o Natal com carinho, mas também se preocupa com a natureza, ou que esteja com a ‘grana’ curta, mas dá valor em celebrar o Natal com solenidade, a Todo Teu preparou algumas dicas para que sua mesa de Natal seja linda, especial e sustentável.
Você irá precisar de: potes de vidros, carrafa pet, pinhos, caixa e ovo, laços de presente, velas, jornal e tudo mais que sua imaginação permitir.

Segue as dicas com as fotos.
 
As velas podem ser feitas com os potes de vidro, basta enfeitar, pintar colocar um lacinho e aquele ar mais solene próprio do natal.
 
 
 
Vale também colocar um 'pisca pisca' dentro da garrafa fica super charmoso e original.
 
Podemos utilizar a mesma técnica na garrafa e além de utilizá-la como arranjo de mesa.
 
No caso acima, as flores foram feitas com caixa de ovos.
 
É simples, basta recortar as flores no encaixe dos ovos e colar em uma vareta; pode ser utilizada em diversas formas de decoração, inclusive para fazer um porta guardanapo.
 
E por falar em porta guardanapo, esses foram feitos com laços de presente e com flores de garrafa pet.


 
O fundo que sobra da garrafa pet ainda pote ser utilizado como um pote, que podemos colocar bala, ou usar para o lavabo colocando sabontes como nos casos abaixo.
 
 
 
Ainda podemos fazer uma guirlanda com jornal e enfeitar a mesa com muitas velas e pinus pintados com carinho.


Ah! E vale lembrar que o joguinho americano também pode ser reciclado. Você pode utilizar tecidos que tenha em casa, uma calça jeans como já ensinamos aqui, ou mesmo pegar seu jogo tradicional e dar uma incrementada com laços, fuxicos, ou em um alfinte colocar aquela flor de pet utilixada nos guardanapos.

Esperamos que tenham gostado de nossas dicas.

Procuraremos até o final de dezembro dar mais dicas, e a próxima será de lembrancinhas customizadas e artesanais para agradar seus amigos e familiares.

Paz e bem!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Kalós, Belo, Bom e Verdadeiro


Kalós é uma palavra grega, muito utilizada antigamente no meio artístico, em especial nas artes sacras.

Essa palavra é uma tríade entre Beleza, Bondade e Verdade.

Em outras palavras, aquilo que representa uma verdade, utilidade, faz o bem, também se torna belo.

Dostoievski dizia que a Beleza salvará o mundo. A palavra beleza tem sua gênese ao sânscrito BET EL ZA (lugar onde Deus Brilha), em outras palavras a beleza é a expressão visível do bem. Sendo assim concluo que Dostoievsk tem razão, se deixarmos Deus brilhar em nós, com atos de bondade e verdade o mundo será muito melhor.

Após sua criação, onde o homem ainda não havia sido corrompido pelo pecado, Deus concluiu que tudo era bom (Genesis 1,31). Dessa forma Deus dá ao homem uma sacralidade, uma imagem e semelhança do Belo, da Bondade e da Verdade.

Existe uma lei natural em nós. A lei do amor, principiada na criação quando a Beleza de Deus se expandiu para a criação em diversas formas de presença. Em especial no homem Ele habitou e desejou brilhar, por isso fez do homem o dominador de toda a criação, como um guarda da beleza.

Hoje o mundo possui uma visão falsa de beleza, pode até existir uma beleza estética aos olhos carnais, mas que remonta apenas a um universo vazio, sem sacralidade, sem profundeza e verdade.

Quando olho uma foto das rugas de Madre Tereza de Calcutá ou lembro-me das mãos envelhecidas de minha avó segurando o rosário, aquelas imagens me remetem algo  muito além do estético. Existe uma verdade boa por trás de cada ruga, uma vida entregue a Deus, à família, ao trabalho. Dessa forma aquelas rugas se tornan lindas, belas... porque são boas e verdadeiras.

Quando fazia o quadro acima era esse o pensamento que me vinha: Como são lindas as rugas desta santa!

Hoje tudo é descartável, louças, talheres, moveis casas... Antigamente todo trabalho estava relacionado à arte enquanto serviço. Uma tina de barro feita pelas mãos do artesão tinha um objetivo bom e útil: reter a água. Uma mesa feita pelo carpinteiro trazia um conceito de reunir a família no momento da refeição. E todos os detalhes de uma colher, roupa, livro, traziam em si símbolos que os tornavam obras de arte, porque representam uma verdade.

Hoje as pessoas preferem muito mais o que é descartável e industrializado e pouco valor se dá a um trabalho de artesão.

Nós artistas cristãos precisamos redescobrir essa sacralidade, essa beleza simbólica não em um sentido pejorativo dado à palavra simbólica, mas no sentido etimológico de símbolo como aquilo que une, assim como diabolo é aquilo que separa. E isso se estende a todas as artes, desde uma dança a uma canção, o menor de nossos atos de arte deve ser um ato Belo enquanto lugar onde Deus brilha!

Vamos encher o mundo de Beleza, vamos Deixar Deus brilhar, salvar o mundo com a verdade da arte, o serviço gratuito ao bem e ao Belo!

Paz e bem!

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A Arte imita a vida

Oi queridos amigos.

Nós da Todo Teu gostariamos de partilhar um pouco sobre o nosso trabalho de imitar a vida.
A vida é o grande presente de Deus para nós.

É enterna por um desígnio do amor misericordioso de Deus que deseja estar pra sempre conosco.
retratá-la na pintura para tentar deixá-la durável também no tempo, para as gerações futuras é algo que sempre existiu no mundo das artes visuais.

No entanto o desejo não é de fazer cópia ou auto retratos, mas de se inspirar com a vida, com os momentos marcantes e importantes. Copias perfeitas esteticamente não são necessárias nos dias de hoje onde a tecnologia está a todo vapor, podemos retratar uma imagem desejada facilmente de um celular.

No entanto a arte deseja imitar a essencia da vida, muito que seus traços. Utilizar-se da inspiração do momento registrado em foto como um momento criativo, aberto a outras inspirações simbolicas que tragam à imagem mais do que um cópia e sim um icone, um significado.

É a vida nos presenteando com seus momentos especiais e contribuindo para que a arte seja autentica, VERDADEIRA E BELA.